Lages recebe cinco respiradores para o Hospital Tereza Ramos.

Defesa Civil de Lages transporta cinco respiradores recebidos pelo Hospital Tereza Ramos, através do Governo do Estado.Nesta sexta-feira Lages receberá mais oito respiradores pulmonares e daqui duas semanas mais sete, totalizando 20 aparelhos.

 A missão de combate e prevenção ao crescimento contingencial dos casos de transmissão do novo Coronavírus (Covid-19) é ininterrupta nos âmbitos federal, estadual e municipal em todo o país. Em Lages, no meio da tarde desta quinta-feira (28 de maio), foram desembarcados, de uma aeronave do Corpo de Bombeiros, os cinco primeiros respiradores pulmonares com destinação pelo Governo do Estado de Santa Catarina/Secretaria de Estado da Saúde, a serem instalados na ala atualmente em funcionamento no Hospital Tereza Ramos. Cada respirador custa R$ 60 mil e foram adquiridos junto à empresa WEG, situada em Jaraguá do Sul.

A Prefeitura de Lages, por meio da Defesa Civil, disponibilizou o transporte dos equipamentos com a utilização de um veículo F4.000 furgão, desde o Aeroporto Federal Antônio Correia Pinto de Macedo até o Hospital Tereza Ramos, com escolta de viaturas da Polícia Militar (PM). No Aeroporto Federal, além destes, houve o suporte da Infracea Controle do Espaço Aéreo, Aeroportos e Capacitação Ltda., administradora do local e de operações aéreas.

A operação da Defesa Civil foi coordenada pelo secretário executivo da pasta, Luiz Henrique de Souza, acompanhada pela engenheira ambiental, Roberta Machado. O prefeito Antonio Ceron e o secretário da Saúde do município de Lages, Claiton Camargo de Souza, supervisionaram a chegada e entrega pela Defesa Civil, junto ao secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, e do coordenador regional de Defesa Civil, Marcelo da Rocha Minussi.

O secretário executivo da Defesa Civil de Lages (Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil - Comupdec), Luiz Henrique de Souza, salienta o seguinte: “A Defesa Civil Regional solicitou nosso apoio para que o trajeto fosse cumprido normalmente. Nesta operação atuaram, ao todo, cinco agentes de Defesa Civil, garantindo o deslocamento adequado e a segurança da carga”.

No início da manhã e no final da tarde desta sexta-feira (29 de maio) o avião deverá pousar novamente em Lages para a conclusão do transporte de mais oito respiradores restantes. Serão duas viagens devido ao fato de que a aeronave é de pequeno porte e suporta quatro respiradores por vez, conforme explica o engenheiro clínico da Secretaria de Estado da Saúde/Hospital Tereza ramos, Marcelo Hayashide. O transporte duplo até o Hospital Tereza Ramos será novamente realizado pelo veículo da Defesa Civil municipal.

Lages ainda receberá mais sete aparelhos daqui duas semanas, totalizando 20. Para o Estado são 100 equipamentos, uma primeira remessa de um total de 500, e estes 100 estão em processo de entrega para hospitais da rede do Sistema Único de Saúde (SUS) de todas as macrorregiões de Santa Catarina, conforme a Secretaria de Estado da Saúde. Portanto, serão contemplados os municípios Joinville, Chapecó, Itajaí, Criciúma, Brusque, Timbó, São Miguel do Oeste e Lages. Os requisitos obedecem à taxa de ocupação de leitos e o número de casos positivos das mais recentes 48 horas.

Lages, o maior município da Serra Catarinense em termos populacionais e o maior de Santa Catarina em território, celebra o direcionamento destes equipamentos. “Os poderes públicos estão implementando esforços diários no combate à expansão da incidência do novo coronavírus e Lages, a partir desta quinta-feira, reforça sua estrutura hospitalar de atendimento a eventuais pacientes graves que precisem de respirador. Contamos com o apoio e colaboração da nossa população, com o uso de máscaras, lavagem das mãos com água e sabão e, quando fora de casa, não esquecer do uso de álcool gel para desinfecção. Pedimos para que as pessoas se cuidem e respeitem o isolamento social na medida do possível. É uma luta de todos nós. E vale recordar que todos os dias, de domingo a domingo, é transmitida, na rede social da Prefeitura de Lages no Facebook ((facebook.com/prefeituradelages), uma live com atualizações e informações adicionais de Lages contra o coronavírus.”, salienta o prefeito Ceron.

O secretário da Saúde de Lages, Claiton Camargo, lembra que, “enquanto outras cidades infelizmente estão com a confirmação de casos acelerada, em Lages se mantêm os mesmos padrões das últimas três semanas. A situação está tranquila e até agora não foi utilizado nenhum respirador em casos confirmados de lageanos. Atualmente não há nenhuma internação. São 72 casos confirmados no município, estatística mantida desde segunda-feira (dia 25 de maio). Os respiradores servirão para salvar vidas e a estratégia, não havendo necessidade para pacientes de Lages, e caso preciso for, é de que estes equipamentos sejam utilizados em moradores de outras cidades da nossa região, internados no Hospital Tereza Ramos”.

A Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Maria Gorete dos Santos atende casos rotineiros, exceto síndromes gripais e respiratórias. Estes casos então são encaminhados ao Hospital de Triagem, justamente para passarem por triagem. Pacientes cujos casos forem constatados como leves retornam para suas casas e passam a ser monitorados ou não. Casos moderados ou graves são direcionados aos hospitais.  Esclarecimento de dúvidas e informações sobre o novo coronavírus são atribuições da Central de Monitoramento Covid-19: 3251-7601 e 3251-7602.

Unidades para as quais serão destinados os primeiros novos 100 respiradores pulmonares:

10 unidades para Hospital São José (Joinville)

10 unidades para Hospital Regional do Oeste (Chapecó)

20 unidades para Hospital Marieta Konder Bornhausen (Itajaí)

10 unidades para Hospital São José (Criciúma)

13 unidades para Hospital e Maternidade Tereza Ramos (Lages)

10 unidades para Hospital Terezinha Gaio Basso (São Miguel do Oeste)

10 unidades para Hospital OASE (Timbó)

10 unidades para Hospital Azambuja (Brusque)

Os critérios da entrega respeitam a taxa de ocupação de leitos e o número de casos positivados das últimas 48 horas. Outros sete equipamentos permanecerão como reserva técnica para suprir eventuais situações de emergência.

500 respiradores para Santa Cataarina

Os 100 primeiros, de um total de 500 respiradores e monitores adquiridos junto à empresa WEG, situada em Jaraguá do Sul, Norte do Estado, foram recebidos na terça-feira desta semana, dia 26, em uma força-tarefa engajada por equipes do Governo do Estado e a iniciativa privada. A distribuição começou nesta quarta-feira (27 de maio) e deve ocorrer até final de junho. Do montante, mais 100 equipamentos deverão ser entregues daqui duas semanas.  

O governador Carlos Moisés da Silva anunciou sobre o contrato na sexta-feira passada, dia 22. Os respiradores foram comprados com agilidade em virtude da fundamentação técnica da Superintendência de Vigilância em Saúde da Secretaria de estado, junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa, permitindo celeridade nos trâmites.

Santa Catarina poderá então, segundo o secretário estadual, André Motta Ribeiro, dobrar a capacidade de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em três meses, sendo que o Estado já possui número superior a 1.200 leitos. O Estado de Santa Catarina segue com uma das menores taxas de letalidade do país e está entre os dez Estados com maior transparência no combate ao novo coronavírus.

Os números que assustam e os que dão esperança

O boletim atualizado desta quarta-feira (27 de maio) pela Secretaria de Estado da Saúde, aponta que Santa Catarina possui 7.372 casos, 126 óbitos e 4.296 pessoas recuperadas de Covid-19, o que corresponde a 58% dos casos confirmados. No Estado estão internados 133 pacientes em UTI, destes, 43 confirmados, 90 suspeitos e 57 em ventilação mecânica. A média de permanência em terapia intensiva é de 14,3 dias.

São 689 pacientes com alta de UTI para enfermaria. Dos 1.210 leitos existentes, a ocupação total de leitos de UTI é de 61,49%. Do quais, 15,86% são ocupados por pacientes de Covid-19.

O isolamento social está na faixa de 38%, sendo que o ideal seria próximo a 60%. No Brasil são 418.608 casos, 25.935 óbitos e 190.845 pessoas recuperadas da doença. No mundo são 5.931.112 casos, 357.929 óbitos e 2.388.172 recuperados.

Fotos: Nathalia Lima, Greik Pacheco, Juliano Paes e Roberta Machado/Divulgação

 

 

 

 

 

 

 

Outras informações acesse o site: http://www.lages.sc.gov.br

Prefeitura de Lages