Arte através da dança e da música marca penúltimo domingo do Natal Felicidade

A música como transformação social, trouxe 40 meninos e meninas da Orquestra Sol para o palco. O Dançar Passarela também brilhou com o street dance

 O Natal se aproxima e, na contagem regressiva para as celebrações mais esperadas do ano, as famílias aproveitam o penúltimo final de semana para comprar os presentes e conferir de pertinho a decoração especial da praça da Catedral e as luzes reluzentes espalhadas pelas ruas. No palco, a programação deste domingo (16 de dezembro) contou com a energia cativante do grupo Dançar Passarela e o sincronismo dos instrumentos da Orquestra Sinfônica Sol, da Alam.

A orquestra, fundada em 2004, tem como objetivo a transformação social através da música, sendo a única neste formato em atuação na Serra Catarinense. Atualmente conta com 140 crianças e adolescentes que participam dos ensaios e apresentações em diversos eventos e ocasiões especiais.

Subiram ao palco nesta noite cerca de 40 integrantes, que já estavam se preparando para o espetáculo há algum tempo, com faixa etária entre seis e 18 anos. Mas, segundo o maestro Luís Augusto, o Maraca, no grupo algumas crianças estão se apresentando pela primeira vez, e a ansiedade era inevitável.

Na orquestra estão sendo executados quatro projetos, apoiados pelo Fundo da Infância e Adolescência (FIA), pela Lei Rouanet e também pelo Ministério da Cultura, através de emenda parlamentar. A expectativa é de que no ano que vem aumente ainda mais esta gama de alunos e produções, inclusive o grupo está com vagas abertas para quem quer aprender a tocar um instrumento musical e mudar a trajetória da sua vida.

Em janeiro haverá uma colônia de férias, com aulas gratuitas para toda comunidade lageana. “Será algo muito divertido, pois a música, como algo abstrato, é feita para ser sentida e essas vivências musicais que buscamos proporcionar aos nossos alunos, independente da condição social que esteja inserida. A música para nós é uma ferramenta de transformação social”, diz Maraca.

Para o maestro, jovens terem a oportunidade de subir em um palco, em uma época tão especial para todos, é uma questão de empoderamento infanto-juvenil. “Poder chamar seus amigos e familiares para assistir, é se resignificar enquanto pessoa, deixar de ser apenas um número e ser alguém com sua própria história na música”, finaliza.

Dança que exalta a Deus

O grupo com 15 integrantes do Dançar Passarela encantou o público nesta noite. A coreografia executada ao som de música gospel trouxe o louvor a Deus e enalteceu ainda mais o espírito natalino.

O projeto é considerado por seus integrantes uma verdadeira família. “Estamos sempre unidos, nas horas boas ou ruins, e nossa amizade será para sempre, pois nos ajudamos e sentimos o amor dos professores pela gente. Também amamos muito eles”, diz Rafaela Moraes, 11 anos, uma das protagonistas do street dance do Passarela.

O Natal Felicidade 2018 é promovido pela prefeitura de Lages, através da Fundação Cultural de Lages (FCL) e Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo, entre outras pastas municipais, e com a parceria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). A Havan é a patrocinadora master, além dos patrocínios do Ministério da Cultura/Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet), Klabin, GTS do Brasil, Supermercados Myatã e Martendal, Flex Relacionamentos Inteligentes, Idaza, American Oil e Caixa. Apoio da Polícia Militar.

 

Texto: Aline Tives

Fotos: Nilton Wolff

 

                                                                                                                     

 

Outras informações acesse o site: http://www.lages.sc.gov.br

Prefeitura de Lages