Expositores garantiram os bons números e o sucesso de mais uma Expolages

Reconhecida como uma das maiores e mais completas feiras de agronegócio do Estado de Santa Catarina.

 Reconhecida como uma das maiores e mais completas feiras de agronegócio do Estado de Santa Catarina, a Expolages também reflete o seu gigantismo em razão de outros fatores. Um exemplo disso é a expressiva qualidade genética bovina, equina e de ovinos criados a campo, e um grande público visitante e voltado para os negócios. 

   Além disso, o gigantismo da Expolages também foi comprovado na realização da edição deste ano. Durante a cerimônia de premiação dos animais julgados, na manhã deste domingo (14), no auditório Cesar Vieira da Costa da Associação Rural de Lages, o presidente da entidade, Márcio Pamplona, destacou que apesar das dificuldades na captação de recursos para o investimento na estrutura e divulgação da Expolages, graças ao apoio dos produtores rurais, houve um crescimento significativo no número de animais expostos. “Foram entregues 102 troféus aos vencedores. “A cada ano, não mediremos esforços para manter o reconhecimento da Expolages”, declarou Márcio. Ele ainda destacou que a educação e profissionalização do ramo é uma das alternativas para qualificar pessoas ligadas ao meio rural.

Quem passou pelo Parque de Exposições Conta Dinheiro durante o período de 9 a 14 de outubro, teve a oportunidade de apreciar os mais de 1.500 animais expostos. Premiados nos principais eventos do segmento do país. Eles surpreenderam pelas características, principalmente pelo tamanho e rusticidade.  Os exemplos mais típicos são os da raça Angus (88 animais argola e 27 rústicos), Charolês (65), Braford – argola (26), Hereford – argola (24), Simental (23), Devon (18), Limousin (17), Zebuínas (17 – Nelore, Brahman e Guzerá), Senepol (14), Crioula Lageana Mocha (13) e Simbrasil (5).  

 

Movimento econômico

Só o agronegócio foi responsável por boa parte da movimentação econômica da Feira. A partir dos leilões e comercializações diretas, o faturamento superou a R$ 2,3 milhões. No segmento da indústria e do Comércio, o giro de capital também foi bastante expressivo. Todos os expositores participantes saíram com o sentimento de satisfação. Pelo menos quatro caminhões, além de alguns tratores e automóveis foram vendidos, entre inúmeras formas de negócios ligados ou não ao campo geraram um grande retorno ainda não mensurado. Porém, a prospecção futura se aproxima dos R$ 20 milhões.

 

Matéria e fotos :  portal.revistavisao.com.br / Paulo Chagas - Assessoria de Imprensa