Pesquisa da Fecomércio SC traça perfil e impacto do turismo de inverno na Serra de SC

Leia a pesquisa na íntegra

 A combinação de clima, belezas naturais, hospitalidade e boa gastronomia faz da Serra catarinense um destino turístico bastante procurado no inverno, com muito potencial e oportunidades a serem exploradas pelos empresários e setor público, conforme aponta a pesquisa da Fecomércio SC, divulgada nesta sexta-feira (21), na véspera do fim da estação.

 

A parcela de visitantes que citou o ecoturismo, turismo de aventura e o turismo gastronômico como motivo para a visita mais do que triplicou: chegou a 24,3% neste ano, diante do resultado tímido em 2017 (7,5%). Só o ecoturismo evoluiu de 3,4% para 10,8%. Embora o inverno seja o carro-chefe (52,1%), os dados sinalizam para a importância da dessazonalização do turismo na Serra, ou seja, não concentrar em apenas uma estação.

A descentralização dos destinos também foi diagnosticada na pesquisa. Espontaneamente, os visitantes apontaram 60 pontos turísticos diferentes, 47,5% em Urubici, com destaque para a Cachoeira do Avencal, a Serra do Corvo Branco e a Cascata Véu de Noiva.

“O trade catarinense tem trabalhado estas duas frentes para que o turista e o próprio catarinense, que fomenta o turismo interno, possa desfrutar diferentes destinos no Estado e em todas as estações”, afirma o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt. Segundo ele, apesar da paralisação dos caminhoneiros ter impactado diretamente no caixa dos empresários neste ano, com queda de 5,7% no faturamento, a alta de 10,5% em relação aos demais meses reforça a importância da qualificação do destino.

Leia mais:  Greve dos caminhoneiros impactou no faturamento da Festa do Pinhão em 2018

Inteligência de mercado

A pesquisa foi realizada com 514 visitantes e 273 empresários ou gestores dos estabelecimentos no mês de julho, em 12 cidades da região: Bocaina do Sul, Bom Jardim da Serra, Bom Retiro, Campo Belo do Sul, Correia Pinto, Lages, Painel, Rio Rufino, São Joaquim, São José do Cerrito, Urubici e Urupema.

Desde 2011, a Federação mapeia o perfil do visitante e as percepções dos empresários do setor terciário sobre o impacto nos negócios, gerando insights e informações relevantes para a tomada de decisão. Nos últimos dois anos, a entidade encorpou as pesquisas de turismo com a utilização do protocolo Tourqual, que retrata a avaliação da qualidade dos atrativos turísticos a partir das categorias: Acesso, Ambiente, Elemento Humano, Segurança, Qualidade Técnica e Experiência.

Confira outras pesquisas da Fecomércio SC

Indicadores analisados

Turistas

  • Perfil socioeconômico
  • Origem do visitante
  • Meio de transporte utilizado
  • Opção de hospedagem
  • Tempo de permanência
  • Gasto médio por setor
  • Motivação da viagem
  • Pontos turísticos mais visitados
  • Avaliação da qualidade de serviço em atrativos turísticos (Tourqual®)

Empresários

  • Índice de contratação de temporários
  • Avaliação do movimento
  • Ticket médio
  • Formas de pagamento
  • Variação do faturamento
  • Taxa de ocupação de leitos     

Matéria e foto:     fecomercio-sc.com.br                        Matéria na integra:   ttps://goo.gl/CqtR7k