Município investe R$ 20 mil no Festival Catarinense de Arte e Tradição, reavivado desta vez em Lages

Os números comprovam que a tradição gaúcha faz muito por este país, símbolo da identidade do tropeirismo.

 Em um ambiente familiar, típico do tradicionalismo gaúcho, a solenidade oficial de abertura do XXIII Festival Catarinense de Arte e Tradição (Fecart), promovido pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho de Santa Catarina (MTG/SC), na noite desta sexta-feira (14 de setembro), abriu as porteiras da cultura para a programação deste final de semana (15 e 16 de setembro). Ao participar da chamada pública municipal para eventos geradores de fluxo turístico, o Fecart teve sua proposta aceita depois de cumpridos todos os requisitos legais da lei nº: 13.019, do Marco Regulatório, e foi agraciado com o montante de R$ 20.300,00 (recursos municipais) para investimentos no evento.

 O mais recente Fecart havia acontecido em Concórdia, três anos atrás. O evento é realizado bienalmente. Com uma noite emocionante de reflexões, cumplicidade, afeto, fé e reciprocidade, membros do MTG receberam autoridades municipais e da tradição na sede da entidade, no Acesso Norte. Entre os presentes, o prefeito Antonio Ceron; superintendente da Fundação Cultural de Lages (FCL), Gilberto Ronconi (Giba); secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Mario Hoeller de Souza (Marião), e o executivo de Turismo, Luís Carlos Pinheiro Filho, além da presidente em exercício do MTG, a primeira mulher da história à frente da entidade, Sueli Dors, e do presidente licenciado da instituição, Ciro Harger. Mais cedo, nesta sexta (14) começou a recepção das entidades nos alojamentos.

O evento dos próximos dois dias o Festival será realizado na Escola de Educação Básica (E.E.B.) Industrial de Lages, onde se desdobrará todo o calendário do evento, que tem apoio da prefeitura de Lages através da Fundação Cultural e da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo. O início das apresentações será às 8h, seguindo até as 22h, com entrada franca ao público. O presidente da Fecart 2018 é Valdemar Reis.

Em dois dias haverá apresentações do Concurso de Danças, declamações, interpretações vocais, Concurso de Mais Prendada Prenda, competições de chula e espetáculos de gaita. Este é considerado o maior festival de folclore do Estado. Deverá reunir em torno de 2.500 artistas de Santa Catarina. São 28 CTGs inscritos e 508 individuais que irão passar pelos tablados. “Em 1898 houve a primeira tentativa de se organizar o tradicionalismo, quando foi criado o Grêmio Gaúcho de Porto Alegre, por João Cezimbra Jacques, um movimento que uniria e preservaria a família. Ao sair de seus pagos, o gaúcho levou consigo o sentimento de conservar os seus costumes, o que aprendeu e absorveu na sua educação, nos seus hábitos, no folclore. Em Lages, neste ano de 2018, na 30ª edição da Festa Nacional do Pinhão, conseguimos resgatar o tradicionalismo com o projeto Origens, pois fazer um evento de shows nacionais é fácil, mas para ter perenidade é preciso manter suas raízes. Lages tem de se orgulhar de ser o município mais gaúcho fora do Rio Grande do Sul”, avalia o prefeito Ceron. O executivo Pinheiro complementa: “Lages tem a vocação de aglutinar os admiradores do tradicionalismo. Conseguir prestar este estímulo através de uma chamada pública é a primeira vez na história do município, por conta deste molde. Quando se trata de uma chamada, por lei tem de haver a transferência dos recursos financeiros antes do início do evento e acompanhar, seja pela Comissão de Seleção, quando foi aprovada a ideia, como agora, na Comissão de Monitoramento.”

Por sua vez, Gilberto Ronconi explica que, “o edital de atividades turísticas, da Diretoria de Turismo, com apoio da Fundação Cultural, possibilitou que o Fecart voltasse ao cenário cultural estadual com força total, obedecendo todas as exigências. O repasse da verba foi feito de forma adequada. Além disto, ajudamos, pela Fundação Cultural, com a sonorização, pois são vários palcos, e a Secretaria da Saúde disponibilizou uma ambulância para emergências. Conclui-se, então, que a prefeitura está participando ativamente. Recordo, aliás, que inserir principalmente a criança numa atividade artística é salutar, pelas noções de disciplina, companheirismo e história. É a base das gerações que cuidam da sua história.” A presidente Sueli Dors, celebra a vitória de Lages em sediar um novo Fecart. “Com ajuda do Município e de um projeto de incentivo à cultura”, resume.

Na ocasião foi apresentado o Plano de Marketing para o MTG de Santa Catarina. Uma das propostas é o projeto CTG Mais Perto de Você, em que se prospecta uma expansão do alcance do tradicionalismo na sociedade, além dos seus admiradores costumeiros. Outras ideias permeiam a criação de biblioteca, museu, treinamento para patronagens, complexo educacional e multiuso, com música e teatro, cursos e concha acústica, projeto Trato Bem, de atenção aos animais e o MTGSCAPP, um aplicativo de modernização da comunicação e dos procedimentos, sem deixar de lado, em hipótese alguma, as raízes do tradicionalismo. O público na cerimônia de abertura pôde acompanhar a apresentação nativista do grupo Trança de Cordas, inspirados na Sapecada da Canção Nativa e a presença do prendado - prendas e peões que passaram pelas provas necessárias para chegar a este patamar, conquistando uma espécie de liderança, servindo como referência aos demais.

Função sociocultural

No Fecart, uma campanha social para arrecadação de leite e alimentos será destinada ao Saseadla (Asilo Lar dos Idosos), no Promorar, instituição já credenciada, com engajamento dos artistas dos Centros de Tradições Gaúchas (CTGs). Os grupos irão direcionar os donativos angariados e haverá pontuação conforme tabela. O vencedor receberá certificado.

Desenhos

O Concurso de Desenho denominado Fecart em Minha Cidade destacará as escolas estaduais que estão servindo como alojamentos para os tradicionalistas de outros municípios a se apresentarem em Lages neste final de semana, os anfitriões dos CTGs. A proposta é que os estudantes se dirijam até a Escola de Educação Básica (E.E.B.) Industrial de Lages, onde acontecerá o Fecart, e vislumbrem o evento em si e desta ideia deverá sair o embasamento dos trabalhos de desenho referentes ao Festival. No dia 22 de setembro será anunciado o vencedor, sendo agraciado com um aparelho tablet e a sua escola receberá um aparelho de televisão de 24 polegadas. 

Semana Farroupilha

O Fecart faz parte da Semana Farroupilha, de 14 a 22 de setembro, em que haverá translado da Chama Crioula do município de Iraí (RS) até a sede social do MTG/SC. Entre as atrações estão visita guiada ao Museu Thiago de Castro (MTC) na segunda, quarta e sexta (17, 19 e 21), às 14h, apresentações artísticas, exposições, Palestra Revolução Farroupilha, Jantar Farrapo, Tertúlia Nativista, Alvorada Festiva, Café Campeiro, Mateada e Passagem da Chama Crioula no Calçadão da Praça João Costa e Noite de Gala de Encerramento.

O mercado da tradição

O MTG/SC congrega as entidades desde 1973. Está em 17 regiões, em 273 municípios e ampara 525 CTGs, tendo mais de mil piquetes filiados e engajamento de 40 mil catarinenses. Ao todo são quatro milhões de tradicionalistas no Estado. O tradicionalismo gera R$ 1 bilhão ao ano para a economia. Os cerca de 960 rodeios realizados anualmente movimentam mais de R$ 800 milhões.

No país atualmente existem oito MTGs, 2.834 CTGs, mais de cinco mil piquetes, com 1,630 milhão de tradicionalistas associados à Confederação Brasileira da Tradição Gaúcha (CBTG), com atuação em atividades campeiras, festas rurais, rodeios crioulos, torneios de laço, shows, bailes, apresentações artístico-culturais e cultivo do respeito aos animais, principalmente ao cavalo, e ao meio ambiente. Significa cultura, esporte, lazer e bem estar. Em torno de quatro mil eventos tradicionalistas acontecem todos os anos, agraciando 25 milhões de pessoas e gerando R$ 20 bilhões em âmbito nacional.

Programação do Fecart:

Dia 15/09 - Sábado
7h - Abertura dos Portões
7h30min - Reunião da Comissão Organizadora com representantes - Sala de Reuniões
8h - Início dos Concursos de Danças (Mirim e Juvenil) e Individuais
(Adulta, Veterana e Xirú)
· Palco 01 - Danças Tradicionais e Danças Birivas do Tropeirismo - Ginásio
· Palco 02 - Gaita de Até 8 Baixos, Gaita Mais de 8 Baixos, Gaita Piano, Gaita de Boca, Dança de Salão - Tenda Externa
· Palco 04 - Declamação Prenda e Poesia Inédita - Sala de Eventos
· Palco 05 - Declamação Peão e Trova - Polícia Civil
· Palco 06 - Intérprete Vocal Prenda e Peão, Conjunto Vocal, Violão, Viola de 10 ou 12, Violino, Rabeca - Teatro (Auditório)
· Palco 07 - Mais Prendada Prenda - Sala Grande
12h - Intervalo para almoço das comissões avaliadoras
13h - Reinício dos concursos
· Palco 03 - Chula e Chula Trio - Tenda Pátio
21h - Previsão de encerramento dos concursos
22h - Fechamento dos Portões (para público externo)

Dia 16/09 - Domingo
7h - Abertura dos Portões
7h30min - Reunião da Comissão Organizadora com representantes - Sala de Reuniões
8h - Início dos Concursos de Danças (Adulta e Veterana) e Individuais (Pré-Mirim a Juvenil)
· Palco 01 - Danças Tradicionais - Ginásio
· Palco 02 - Gaita de Até 8 Baixos, Gaita Mais de 8 Baixos, Gaita Piano, Dança de Salão - Tenda Externa
· Palco 03 - Chula e Chula Trio - Tenda Pátio
· Palco 04 - Declamação Prenda - Sala de Eventos
· Palco 05 - Declamação Peão e Causo - Polícia Civil
· Palco 06 - Intérprete Vocal, Conjunto Vocal, Violão - Teatro
· Palco 07 - Mais Prendada Prenda - Sala Grande
12h - Intervalo para almoço das comissões avaliadoras
13h - Reinício dos concursos
21h30min - Previsão de encerramento dos concursos
21h45min - Encerramento e Premiação
22h - Fechamento dos Portões (para público externo)

Fotos: Marcelo Pakinha

 

Outras informações acesse o site: 

http://www.lages.sc.gov.br
 

Prefeitura de Lages