O Programa de Tv Globo Repórter apresentará para o Brasil a região serrana.

O Globo Repórter da próxima sexta-feira (24) apresenta para o Brasil uma parte de Santa Catarina que poucos conhecem. 

 Ele mostra as pesquisas e descobertas na área da saúde desenvolvidas na região, segue pela imensidão da Coxilha Rica e ainda supreende com a delicadeza da florada da cerejeira.

“Fazer o Globo Repórter ‘Serra Catarinense’ foi uma grande aventura. Eu só não estava preparado pra ela. Meus joelhos, certamente não, ficaram muito doloridos e até hoje rangem depois dos 70 quilômetros percorridos no Campo dos Padres, onde estão os pontos mais altos do nosso estado”, afirmou o repórter Ricardo Von Dorff.

Equipe percorreu a Serra catarinense para mostrar uma parte do país que poucos conhecem. 
Nesta travessia, a equipe da NSC TV passa pela Coxilha Rica, o famoso caminho das tropas, e convida o público para contemplar as fazendas centenárias que começam a abrir as portas.

“A sensação foi realmente de ter voltado no tempo. Em alguns momentos me senti participando de um filme ou novela de época. Aquelas fazendas centenárias e as estruturas montadas com as taipas... Sabemos que tudo está lá há muito tempo, mas, de certa forma, vem uma impressão de que tudo ainda existe de forma muito atual”, observou o produtor Mário Gomes.

Além dos cânions grandiosos, o telespectador vai conferir monumentos naturais imponentes. No programa, a equipe entra ainda no território do Leão Baio e no santuário do veado campeiro.

A reportagem mostra receitas de saúde, como um tipo único de mel que combate o envelhecimento e que as abelhas não fazem a partir das flores. Além disso, uma fruta do futuro, rica em vitamina C, com poucas calorias e que pode ajudar contra a depressão.

As fazendas centenárias da Serra também são apresentadas na reportagem (Foto: NSC TV/Divulgação) As fazendas centenárias da Serra também são apresentadas na reportagem.

O programa apresenta também a beleza dos bosques de araucárias, dos rios, cachoeiras e da vida selvagem. "A Serra Catarinense guarda pessoas que amam aquela terra, que desenvolvem pesquisas ali, que vivem suas histórias de vida ali. E são elas as protagonistas dessa história que vamos contar para todo o Brasil", resumiu Mário.
 

Matéria:  NSC TV