Jeep Club Lages realiza 11ª Trilha do Pinhão

O evento reuniu mais de 70 participantes de clubes de Lages e de outros municípios.

 Eles gostam de emoção. E se vier acompanhada de muita lama, buracos e outros obstáculos naturais pelo caminho, a alegria é ainda maior.  Mais de 70 jipeiros participaram neste sábado (16 de junho), em Lages, da 11ª Trilha do Pinhão. O evento, promovido pelo Jeep Club de Lages, e apoio da Prefeitura de Lages, contou com a presença de jipeiros de outros clubes da cidade, de São Joaquim, litoral, meio oeste catarinense e do Rio Grande do Sul. 

 A concentração dos motores brutos 4x4, aconteceu na avenida Duque de Caxias. Jipes, trollers, pick-ups e quadriciclos, chamavam a atenção de quem passou no local, antes da largada.  Por fora, a “Princesinha”, uma Rural Willys – modelo americano, fabricada em 1951, até parece um carro de colecionador, de tão bem conservada. Mas o casal Clóvis Croda e   Rosilene Antunes conta que de original só mesmo a lataria, pois a “Princesinha” foi toda modificada e turbinada para participar das trilhas e competições. Acompanhados do filho Artur Antunes Croda, de 8 anos, eles rodam milhares de quilômetros em busca de aventuras, seja no asfalto, ou nas trilhas. “A direção é macia, além disso é um carro confortável e auxilia no resgate dos jipes, pois conta com um guincho elétrico”, explica Rosilene.

 Segundo Aldry Cecatto, vice-presidente do Jeep Club Lages, “o objetivo do evento é fazer um passeio em família, confraternizar e contemplar a natureza”. Neste ano, o trajeto da 11ª Trilha do Pinhão, contou com um percurso de 10 km, partindo do centro da cidade, seguindo paralelo aos trilhos do trem no bairro Pisani, passando por fazendas na região até a chegada para o almoço, por volta das 15h, na sede do Jeep Club, no acesso norte da cidade.

“Todos os nossos associados participaram da organização do evento, tanto na preparação das trilhas, quanto no apoio dos aventureiros”, explica Newton Silveira Júnior, presidente da Jeep Club Lages. Este ano, o evento que tradicionalmente é realizado no primeiro final de semana da Festa do Pinhão, precisou ser transferido em função da greve dos caminhoneiros.